Quadra Central Guga Kuerten/Fotojump

O público da grande final do Rio Open viverá um dia especial neste domingo. Assim como acontece na Copa do Mundo, a decisão pelo título ganhará um envelopamento diferente do restante do torneio.

A cerimônia de abertura que antecede o jogo entre Laslo Djere e Felix Auger-Aliassime, a partir das 17h, será inédita, com conteúdos exclusivos.

Haverá desfile dos boleiros que fazem parte do ATP 500, hino nacional cantado pela cantora Iza, e um mural com o nome de todos os torcedores que adquiriram ingressos para a final.

Além disso, haverá também um show ao vivo do cantor e compositor Rodrigo Sha no sax, e um live painting do artista Ment na quadra Guga Kuerten.

Depois de o público conhecer o novo campeão, a banda Os Britos fará um show na Praça Rio Open. O grupo foi criado para homenagear o conjunto de rock britânico The Beatles. É formado por Guto Goffi (bateria), do Barão Vermelho, Rodrigo Santos (baixo), ex-baixista do Barão, atualmente forma com Andy Summers (The Police) e Barone (Paralamas) o Call The Police, George Israel (guitarra), compositor, saxofonista e vocalista do grupo Kid Abelha, e Nani Dias (guitarra), que tocou com Lobão, Leo Jaime, Barão e Kid Abelha.

A expectativa do Rio Open 2019 é que todos os torcedores se sintam ainda mais uma parte fundamental do torneio, e saiam do Jockey Club com uma nova perspectiva de entretenimento e tecnologia esportiva.

Share this post on: